sábado, 17 de setembro de 2011

Krishna Deva Bhavantam vande




Srila Rupa Gosvami

(krsna) deva! bhavantam vande
man-manasa-madhukaram arpaya nija-pada-pankaja-makarande (1)

Ó Bhagavan Sri Krsna! Estou oferecendo uma prece a Você. Por favor, permita que o mel nectário dos Seus pés de lótus seja oferecido para a abelha da minha mente. Em outras palavras, permita que ela experimente o gosto da rasa desses pés de lótus para que então jamais se atraia por outra coisa!

yadyapi samadhisu vidhir api pasyati na tava nakhagra-maricim
idam icchami nisamya tavacyuta! tad api krpadbhuta-vicim (2)

Ó Acyuta! Apesar de Brahma em pleno samadhi não conseguir obter um vislumbre de sequer um raio da refulgência das pontas dos Seus dedos dos pés, mesmo assim desejo receber Sua graça, pois ouvi sobre as ondas da Sua surpreendente misericórdia.

bhaktir udancati yadyapi madhava! na tvayi mama tila-matri
paramesvarata tad api tavadhika-durghata-ghatana-vidhatri (3)

Ó Madhava! Embora eu não possua nem sequer a quantidade equivalente a uma semente de gergelim de bhakti por Você, ainda assim, pelo Seu poder inconcebível que torna o impossível possível, por favor realize os desejos do meu coração.

ayam avilolatayadya sanatana! kalitadbhuta-rasa-bharam
nivasatu nityam ihamrta-nindini-vindan madhurima-saram (4)

Ó Sanatana! Como Seus pés de lótus estão cheios de tão maravilhosa rasa, permita que a abelha da minha mente sempre resida inabalavelmente nesse néctar que envergonha tudo o mais, pois eles são a essência de toda doçura - esta é minha única prece.



Hare Krsna !


Krishna Deva Bhavantam vande

By Srila Rupa Gosvami
(krishna) deva! bhavantam vande
man-manasa-madhukaram arpaya nija-pada-pankaja-makarande


O Bhagavan Sri Krsna! I am offering a prayer to You. Please let the bee of my mind be offered the nectarean honey of Your lotus feet. In other words, please let it have a taste of the rasa of those lotus feet so that it will then never be attracted to anything else!


yadyapi samadhisu vidhir api pasyati, na tava nakhagra-maricim
idam icchami nisamya tavacyuta! tad api kripadbhuta-vichim (1)


Although Brahma in full samadhi cannot catch a glimpse of even a ray of the effulgence from the tips of Your toe-nails, still he Acyuta! Having heard of the waves of Your astonishing mercy, I long to receive Your grace.

bhaktir udanchati yadyapi madhava! na tvayi mama tila-matri
parameshvarata tad api tavadhika, durghata-ghatana-vidhatri (2)


O Madhava! Although I don’t possess even a sesame seed of love and devotion (bhakti) for You, still, by Your inconceivable power which makes the impossible possible, please fulfill the desires of my heart.

ayam avilolatayadya sanatana, kalitadbhuta-rasa-bharam
nivasatu nityam ihamrta-nindini, vindan madhurima-saram (3)


He Sanatana! Because Your lotus feet are filled with such wonderful transcendental spiritual mellows (rasa), let the bee of my mind always reside unwaveringly in that nectar which puts everything else to shame, for they are the essence of all sweetness—this is my only prayer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email